A exposição ao sol sem proteção adequada aumenta os casos de doenças na pele, principalmente durante o verão. Nessa estação, costumamos transpirar mais, e com isso a pele fica mais úmida, aumentado as chances de desenvolver algumas patologias. Essa combinação de fatores pode causar o surgimento de acne solar, micose e fitofotomelanose. Mas, alguns cuidados simples podem ajudar a evitá-las e garantir que você aproveite ao máximo a estação mais quente do ano.

A micose é causada por fungos e bactérias, e pode aparecer em qualquer parte do corpo, por causa do excesso de umidade na pele. Por isso, após o banho, especialistas recomendam secar bem entre os dedos dos pés e outras dobras do corpo. Outra dica é sempre usar meias com calçados fechados para evitar o surgimento de micro-organismos.

Já a acne solar é uma lesão inflamada, às vezes acompanhada por dores e vermelhidão. Ela aparece principalmente após intensa exposição ao sol aliado ao uso de produtos oleosos na pele, como os óleos bronzeadores, por isso o ideal é evitar esse tipo de produto, dando preferência aos itens oil free.

Outra doença recorrente é a fitofotomelanose. Trata-se de manchas que surgem principalmente na boca e nas mãos, quando a pele exposta ao sol entra em contato com o ácido de frutas cítricas, como laranja e limão. Dependendo da gravidade da exposição, podem surgir manchas escuras e até bolhas ou ardência na região, que fica avermelhada. Por isso, especialistas alertam para evitar o manuseio desse tipo de alimento antes e durante a exposição ao sol.

Aproveitar o verão sem contratempos não é difícil. Sem dúvida, além desses cuidados básicos, temos que ficar atentos quanto ao surgimento e alterações na pele, e sempre procurar auxílio médico quando tiver algum sinal suspeito. O dermatologista é o especialista que vai indicar o melhor tratamento, de acordo com o diagnóstico.

Fonte: Vix e Dermatologia.net

Tweet about this on TwitterShare on FacebookPin on PinterestShare on Google+Email this to someone