Nos últimos dias temos falado sobre a importância da hidratação. Hidratar a pele e o corpo é o primeiro passo para um cuidado preventivo e também para manter a saúde do organismo. Quando nos referimos à hidratação não estamos dizendo somente a hidratação tópica, com cosméticos e afins, mas também a hidratação interna com vitaminas, sais minerais e complementos que o organismo necessita.

A água, por exemplo, é uma grande fonte de hidratação, principalmente durante os dias quentes que têm tomado conta do Brasil.

Durante esses dias de altas temperaturas e tempo extremamente seco, relembrando a baixa umidade do ar, claro, é importante que estejamos bem hidratados.

É comum ficarmos com a pele ressecada, olhos ardendo, garganta seca, tosse e espirro constante nesse tempo seco, mas se descuidarmos da hidratação todos esses sintomas podem piorar.

O nariz é o órgão que mais sofre com toda essa alteração climática, isso porque ele funciona como uma defesa para o nosso sistema respiratório filtrando qualquer agente agressor que queira entrar no organismo através da cavidade nasal.

 

Além de filtrar, o nariz tem outras funções como:

  • Umidificar;
  • Aquecer;
  • Proteger.

Porém todas essas funções podem ser comprometidas se houver a desidratação nasal, causada por diversos fatores, inclusive pelo tempo extremamente seco e a baixa umidade do ar.

O tempo seco e a baixa umidade do ar ressecam a cavidade nasal e isso causa a desidratação da mucosa. As consequências são:

  • Diminuição dos batimentos ciliares: os cílios do nariz que funcionam como filtros;
  • Comprometimento da barreira natural de proteção nasal;
  • Maior incidência de crises alérgicas: Cerca de 30% dos brasileiros sofrem com rinite alérgica;
  • Aumento do risco de inflamações;
  • Sangramento nasal: Os vasos sanguíneos do nariz são muito sensíveis e quando acontece o ressecamento da mucosa eles ficam mais expostos, sofrendo mais agressões e se rompem com facilidade, por isso há o sangramento.

Para evitar que tudo isso aconteça, a dica é simples, basta hidratar o nariz, assim como hidratamos nosso organismo e pele.

 

  • Soro Fisiológico: O soro fisiológico pode ser usado não só para umedecer, mas também para lavar e aliviar as mucosas nasais e os olhos;
  • Maxidrate Gel Nasal: Maxidrate é um gel que mantém a umidade da mucosa nasal por até mesmo 24h. Por sua textura ser gel, ele possui efeito prolongado.
  • Rinosoro Sic e Rinosoro Sic Infantil: Rinosoro é usado para umidificar e manter a hidratação da mucosa nasal, adulto e infantil;
  • Sorine SSC Infantil: Para alívio da mucosa nasal infantil;
  • Salsep: Uma solução nasal à base de cloreto de sódio que alivia o ressecamento da mucosa nasal impedindo a desidratação;

Os adultos são mais resistentes às alterações climáticas e também resistem mais à baixa umidade do ar, porém as crianças sofrem essas alterações e são mais suscetíveis a elas. Principalmente os bebês, eles não possuem capacidade oral de respiração – especialmente nos dois primeiros meses de vida. Para isso precisam de soluções rápidas e que sejam de fácil adaptação à sua condição. Os bebês passam a maior parte do tempo deitados ou sentados, por isso a aplicação da solução nasal deve ser prática e rápida.

 

Salsep 360 foi desenvolvido para aliviar e umidificar a mucosa nasal dos bebês e crianças até 4 anos de idade, além de tornar prática a aplicação, pois pode ser aplicado em qualquer posição. Tem fórmula suave e eficaz e não agride a mucosa sensível dos bebês e crianças.

Manter a hidratação nasal é mais uma forma de combater o que não podemos ver.

Para quem quer evitar os efeitos colaterais do clima.

be Onofre, be Complete.

Tweet about this on TwitterShare on FacebookPin on PinterestShare on Google+Email this to someone