Os primeiros fios de cabelos brancos começam a aparecer perto dos 30 anos, geralmente nas têmporas e estima-se que metade da população na faixa etária de 50 anos, perca em 50% a cor do seu cabelo. No geral, homens têm mais cabelos brancos do que as mulheres. Enquanto muitas pessoas acham o visual grisalho atraente, outras se dedicam a esconder esses sinais.

A cor do cabelo é produzida por células conhecidas como melanócitos, um pigmento que é incorporado nas fibras capilares em crescimento para produzir uma enorme gama de tons naturais de cabelo. “Os melanócitos sofrem um processo de morte programada, chamada de apoptose, que é quando os cabelos ficam brancos”, explica Valcinir Bedin, médico dermatologista e presidente da Sociedade Brasileira do Cabelo.

Os fatores genéticos parecem ser importantes para determinar quando ficamos grisalhos. Não há nenhuma evidência para vincular o aparecimento de cabelos brancos ao estresse, dieta ou estilo de vida.  Algumas doenças autoimunes podem danificar células de pigmentos e induzir o embranquecimento dos fios, no entanto, estas condições são incomuns e podem explicar apenas uma pequena fração do processo.O embranquecimento precoce ocorre em síndromes de envelhecimento precoce, como as síndromes de Huntchinson-Gilford e de Werner, nas quais todos os aspectos do envelhecimento no corpo são acelerados.

O cabelo branco também precisa de um cuidado maior. Quando param de ser produzidos, os melanócitos são substituídos por uma gotícula de ar. Isso faz com que, inicialmente, os cabelos brancos sejam mais espessos e porosos que os coloridos. Isso, somado aos processos químicos utilizados para cobrir os fios, faz com que as mulheres tenham que fazer hidratações com maior frequência. Por isso, para o cabelo ficar saudável e a cor durar mais, deve-se fazer hidratação sem usar vapor para não desbotar a coloração.

Mitos e verdades sobre os cabelos brancos

  • Ao arrancar um cabelo branco, nascem mais sete. Ainda não há fundamentos científicos que validam esse rumor.
  • Cabelos brancos crescem mais rápido. Essa informação é 50% verdadeira. Existem pesquisas que indicam que o tamanho do cabelo branco cresce mais rápido quando seu pigmento é mantido, porém, outros estudos informam que o crescimento é igual ou menor em outras etapas da vida.
  • Os cabelos brancos são mais resistentes do que os cabelos com pigmentação. Essa é uma meia verdade. De acordo com cada pessoa, os cabelos brancos podem nascer mais resistentes ou ter uma estrutura mais “robusta”.
  • A falta de vitamina B acelera o processo de branqueamento do cabelo. Pessoas ainda com menos de 35 anos que já apresentam cabelos brancos, podem ter uma carência de vitamina B, principalmente das do complexo B5 e de ácido pantatênico. Para resolver o problema, podem recorrer ao consumo de um complexo vitamínico ou de alimentos que contenham tais substâncias sob orientação médica.
  • Os cabelos brancos são “reversíveis”. Não existe nenhum estudo que indique que uma pessoa pode voltar a ter o cabelo em sua cor natural sem recorrer à pintura ou sem consumir algum alimento ou fármaco específico. Assim que surgem os cabelos brancos, o processo é permanente e não há maneiras de recuperar o tom perdido.
  • Tomar muito sol faz com que cresçam cabelos brancos. A luz solar pode clarear um pouco cabelos castanhos, mas não existe uma evidência científica que indique que uma exposição maior aos raios ultravioleta possa fazer com que surjam cabelos brancos, ou possa branquear o cabelo.

Fontes: Portais Hypescience, Melhor com Saúde e iG Delas

Tweet about this on TwitterShare on FacebookPin on PinterestShare on Google+Email this to someone