O mês de outubro é marcado pela campanha de prevenção do câncer de mama, o Outubro Rosa, mas os cuidados com a saúde para prevenir o desenvolvimento e detectar a doença ainda no início, devem ser constantes, pois esse é o tipo de câncer mais comum entre mulheres no Brasil e no mundo. Um dos métodos mais conhecidos de precaução é o autoexame ou “exame de toque”, famoso pela praticidade de poder ser realizado em casa pela própria mulher. O procedimento consiste em apalpar os seios de maneira a identificar alguma anormalidade como um nódulo e/ou mudanças na textura e no tamanho do mamilo.

Segundo a recomendação médica, é muito importante que toda mulher conheça bem o próprio corpo, facilitando a percepção de qualquer tipo de alteração. O autoexame pode ser feito de duas maneiras (em pé ou deitado) em mulheres maiores de 20 anos, e deve ser realizado sete dias após a menstruação e uma vez por mês depois da menopausa.

O procedimento é bem simples e pode ser feito no banho ou com o auxílio de um espelho: primeiro levante um dos braços e apoie-o sobre a cabeça e com a outra mão, examine a mama em movimentos circulares de dentro para fora; em seguida, divida o seio em faixas e as examine uma a uma; aperte a parte externa da mama e depois apalpe as axilas; repita os movimentos na outra mama. Fique atenta também ao aparecimento de secreções e odores.

Caso exista alguma dúvida sobre a eficácia do método, hoje, 80% do tumores de mama são descobertos pelas próprias mulheres! Mas o autoexame é só o primeiro passo na prevenção do câncer de mama e é muito importante seguir a orientação dos especialistas, realizando consultas ginecológicas regulares e submeter-se ao exame de mamografia anualmente após os 40 anos.

Fonte: Instituto Nacional do Câncer e Gineco.

Tweet about this on TwitterShare on FacebookPin on PinterestShare on Google+Email this to someone