Uma pesquisa do Ministério do Esporte apresentada no ano passado apontou que 45,9% dos brasileiros são sedentários. O dado é o último levantado pelo Diagnóstico Nacional do Esporte, que tem o objetivo de ampliar e detalhar as informações sobre a cultura esportiva no país e de incluir o esporte no cotidiano dos brasileiros.

Em todo o mundo observa-se um aumento da obesidade, o que se relaciona, pelo menos em parte, à falta da prática de atividades físicas. É o famoso estilo de vida moderno, no qual a maior parte do tempo livre é passado assistindo televisão, usando computadores, jogando videogames etc.

Pesquisas científicas apontam que praticar pelo menos 30 minutos de exercícios físicos diariamente oferecem enormes benefícios para a saúde, reduzindo significantemente o risco de incidência de doenças crônicas como as cardíacas, derrame, hipertensão arterial, diabetes, além de melhorar o condicionamento físico, a flexibilidade, o fortalecimento dos ossos e das articulações, aliviar o stress e oxigenar o cérebro. Ajuda também no emagrecimento, proporcionando perda de gordura abdominal.

A pessoa que deixa de ser sedentária e passa a ser um pouco mais ativa diminui o risco de morte por doenças do coração em 40%. Isso mostra que uma pequena mudança de hábito é capaz de provocar uma grande melhora na saúde e na qualidade de vida. Você pode começar aos poucos, por exemplo, fazendo caminhadas de 30 minutos na vizinhança. Também, se tem a oportunidade, opte por subir escadas ao invés de usar o elevador, mesmo que seja parte dos andares. Procure fazer mais coisas a pé ao invés de usar o carro ou transporte público. Claro, tudo dentro do seu limite.

Mas vale ressaltar que a prática de atividade física deve ser sempre indicada e acompanhada por profissional qualificado, incluindo médicos, fisioterapeutas e profissionais de educação física. Caso sinta algo diferente informe imediatamente o responsável. Outro ponto importante, que não deve ser esquecido, é a adoção de uma alimentação saudável, rica em frutas, legumes, verduras e fibras. Prefira o consumo de carnes grelhadas ou preparadas com pouca gordura. Evite o consumo excessivo de doces, comidas congeladas e os famosos lanches de “fast-foods”. E lembre-se: beba muito líquido, de preferência água e sucos naturais.

Fontes: portais Ministério do Esporte e Boa Saúde

Tweet about this on TwitterShare on FacebookPin on PinterestShare on Google+Email this to someone