Ter uma alimentação saudável é recomendada a todos, mesmo porque ela é uma importante ferramenta na prevenção de doenças. Ela deve incluir o consumo de vários tipos de verduras, legumes e frutas; alimentos ricos em fibras; consumo de pouco sal; não repetir alimentos de um mesmo grupo em um único prato, por exemplo macarrão e batata; usar e abusar das ervas e especiarias para dar sabor e fracionar a alimentação.

A alimentação é um dos pontos que mais tira o sono após o diagnóstico do diabetes. No entanto, tudo pode ser mais tranquilo do que parece, basta seguir um guia alimentar como base. Por exemplo, dedique 50% do prato às verduras e legumes; 25% aos carboidratos como arroz, batata, mandioca, farofa, cará, etc.; 12,5% à proteína animal composta por carnes, ovos, frios; e os outros 12,5% restantes com proteína vegetal como feijões, grão de bico, ervilhas. Esta dica vale para toda a família, inclusive para quem não tem diabetes.

Você sabia que o café da manhã é a refeição mais importante do dia?
Ele garante os primeiros nutrientes necessários para ativar o nosso metabolismo após a noite de sono. Deve conter alimentos que forneçam ao organismo carboidratos, proteínas, vitaminas e minerais. Mas se você não costuma parar para se alimentar pela manhã, uma ótima e prática dica é leite batido no liquidificador com aveia e banana.

Vale lembrar que é fundamental se alimentar de três em três horas, principalmente para você que tem diabetes, devido ao risco de
ter uma hipoglicemia (baixo nível de açúcar no sangue – menos 70 mg/dl). Mas também não é recomendável exagerar na quantidade de alimentos que vamos ingerir. Por isso, a dica é fracionar as refeições, ou seja, dividir a quantidade diária consumida várias vezes ao dia. O ideal é fazer um pequeno lanche entre o café e o almoço e outro entre o almoço e o jantar.

Outra dica que ajuda a não exagerar e manter nossa glicemia sem grandes oscilações é comer devagar. Isto porque nossa digestão inicia 20 minutos após começarmos a nos alimentar. Então que tal começar pelas saladas e saborear cada alimento, mastigando bem, para que a saciedade chegue logo?

Grãos, leguminosas, hortaliças todos sabemos que estes alimentos devem fazer parte do nosso dia a dia, mas por qual motivo? Eles fazem parte dos grupos das fibras. Sejam elas solúveis em água como as leguminosas, aveia e cevada, ou insolúveis como trigo, grãos e hortaliças, retardam a absorção da glicose, reduzindo a glicemia pós-prandial e, consequentemente, melhorando o controle glicêmico. Ajudam ainda na redução de colesterol e melhoram o funcionamento do intestino. Recomenda-se o consumo de fibras alimentares diariamente, mas apenas uma nutricionista pode verificar qual a quantidade é indicada para você.

Fontes: portal ADJ

 

Tweet about this on TwitterShare on FacebookPin on PinterestShare on Google+Email this to someone